ADEUS TURISTAS

 

Agora que os turistas massificados se foram, Miguel Coelho, presidente da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, em cujo território se inclui a Baixa, Chiado, Alfama, Castelo, Mouraria e outras zonas do casco antigo da capital, afirmou ao Jornal de Lisboa que “Mudou definitivamente a perceção que alguns ainda tinham de que o turismo resolveria todos os problemas económicos. A pandemia mostrou que isto até pode ser parcialmente verdade, mas, por outro lado, evidenciou toda a fragilidade de uma economia assente num só setor de atividade. É preciso assegurar a sustentabilidade do futuro com diversificação de atividades, complementares entre si e alternativas, que proporcionem estabilidade à economia do centro histórico.

 

Precisamos neste território mais habitante permanentes, de atividades e serviços fundamentais para a qualidade de vida das pessoas e para a dinâmica e sutentabilidade económica.

 

(...) No período pré-Covid, esta freguesia era diariamente frequentada por cerca de 250.000 visitantes. (...) O fim das moratórias vai agravar a situação financeira das famílias. São fatores que aumentam ainda mais a vulnerabilidade económica e social.É preciso proteger as famílias, sobretudo quando existem idosos ou crianças em idade escolar.”   

 


 FIM

   

 
................................................................
Copyright © 2023. ANP. Sede: Rua de Timor, n.º 6 C/V 1170-372 Lisboa Tel:211 990 589 Design by Jose Pinto - Todos os direitos reservados

Utilizamos cookies para lhe garantir uma melhor experiência de navegação no website. Ao utilizar o website, confirma que aceita o uso de cookies. Mais informações To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our privacy policy.

I accept cookies from this site.
EU Cookie Directive plugin by www.channeldigital.co.uk